O que aprendemos em 2009 – The Plataforma Way

2009 se foi. Foram 10 meses muito agitados para nós. Aprendizado intenso, momentos de cansaço físico, desafios constantes e dúvidas sobre o futuro são fatores que estão presentes no nosso dia-a-dia.

Antes de iniciar as operações da Plataforma Tecnologia (fev/09), nos questionávamos duas perguntas que davam frio na barriga:

Como fazer uma empresa de serviços dar certo?!
Como sair da inércia e conquistar os primeiros clientes?!

Não sabíamos as respostas. Mas estávamos lá.
Cada um com suas habilidades e todos com um sentimento que se equilibrava entre arrogância e inocência. Sem motivos muito claros, nós simplesmente acreditávamos que poderia dar certo.  Então, por que não tentar?

Aqui estamos: tentando.

É difícil dizer se a Plataforma Tecnologia será bem sucedida ou não. Só o futuro dirá.

O que podemos dizer é que avançamos muito mais do que imaginávamos e acreditamos estar na direção certa.  Sabemos onde queremos chegar, mas há inúmeros caminhos para escolher. Uns melhores, outros piores.

Fato é que durante 2009 descobrimos algumas coisas que consideramos valiosas e queremos compartilhar nossa opinião.  Seguem abaixo.

  • Contrate pessoas cujo trabalho você confia (e vice-versa): se você precisa micro-gerenciar sua equipe, então algo está errado. Micro-gerenciar times de desenvolvimento de software é uma tentativa (ruim) de assegurar a qualidade durante o processo produtivo. É preciso entender que o processo em si não é tão importante. O importante é o resultado final. Dê autonomia a sua equipe. Parta do pressuposto que sua equipe é capaz de atingir os objetivos até que seja provado o contrário (e se o “contrário” ocorrer, há diversas ações que podem ser tomadas, mas isso rende assunto para um outro post inteiro).
  • A maioria dos clientes descrevem soluções ao invés de descrever as reais necessidades: é natural que isso ocorra. E ao invés de culpá-los por não saberem descrever corretamente as necessidades, ajude-os a esclarecer qual o problema a ser resolvido. Em seguida, construa com ele uma solução (software).
    Não se esqueça que é o seu cliente que tem o conhecimento sobre o segmento/negócio e uma boa solução será resultado de um trabalho conjunto. Se um cliente não se dispuser a trabalhar em conjunto para desenhar uma solução, então caia fora. Este projeto terá grandes chances de ter problemas.
  • 6 meses é muito tempo para empresas recém-nascidas e pequenas: É importante saber onde se quer chegar, mas nesta fase da empresa, não faz muito sentido realizar planejamentos com horizontes longos. Muita coisa muda e muito rápido.
    Descobrimos que vale a pena fazer planejamentos com maior freqüência e com horizontes mais curtos. É como se a cada 6 meses a empresa estivesse realizando um “release”. Faça “retrospectivas”, “release plannings”, “sprint plannings” relativos à empresa e priorize a execução do que trará mais valor durante os próximos 6 meses. A grande vantagem de uma empresa de pequeno porte é sua capacidade de responder à mudanças (agilidade). Aproveite-a!
  • Nunca haverá momento ideal para implementar algo: já nos pegamos dizendo “assim que der uma sossegada, a gente começa a re-estruturar bla-bla-bla”. A verdade é que este momento de sossego dificilmente chegará, ainda mais se a empresa estiver em crescimento. Se há necessidade em implementar ou mudar algo na empresa, faça-o o quanto antes (ou de acordo com a prioridade). Esperar só vai piorar os sintomas que este problema estiver causando. Quanto mais você esperar, pior será.
  • Saiba claramente qual o seu DNA: isso pode soar um pouco filosófico, e de fato é. Mas é algo que se mostrou muito importante para nós. Todo o time deve saber e compartilhar dos valores que moldam as decisões de negócio e refletem na maneira de operar o dia-a-dia da empresa. Pode ocorrer momentos em que fechar um novo contrato significará deixar o DNA de lado e isso será um pouco doloroso.
    Mas da nossa experiência, posso afirmar que valeu a pena não se desviar do DNA. Quando olhamos para trás, fica muito claro que tomamos boas decisões. Warren Buffet já dizia… “In the business world, the rear view mirror is always clearer than the windshield“.
    É a mais pura verdade!

Espero que estes tópicos possam ajudar startups e outras empresas iniciantes.

Gostaria de pedir que ajudem a enriquecer o post e comentem. Compartilhem suas experiências!

  • http://www.diegororiz.com.br Diego Roriz

    Legal vocẽs realizarem uma retrospectiva do ano e publicarem um overview para nós. A questão do planejamento para espaços mais curtos de tempo é uma boa atitude, visto que, como vocês mesmos falaram, os objetivos e cenários que são apresentados a nós, mudam muito!

    Quanto a não utilizar a desculpa de quando tiver tempo para implementar alguma coisa, rsrsrs, ela realmente é bem pertinente. Já vivenciei esta situação e conheço amigos que também passaram por isto. Gerenciar o tempo dos colaboradores da empresa e o que devem atacar é fundamental para o bom andamento da mesma.

    Sucesso a todos da Plataforma Tecnologia.

  • http://www.diegororiz.com.br Diego Roriz

    Legal vocẽs realizarem uma retrospectiva do ano e publicarem um overview para nós. A questão do planejamento para espaços mais curtos de tempo é uma boa atitude, visto que, como vocês mesmos falaram, os objetivos e cenários que são apresentados a nós, mudam muito!

    Quanto a não utilizar a desculpa de quando tiver tempo para implementar alguma coisa, rsrsrs, ela realmente é bem pertinente. Já vivenciei esta situação e conheço amigos que também passaram por isto. Gerenciar o tempo dos colaboradores da empresa e o que devem atacar é fundamental para o bom andamento da mesma.

    Sucesso a todos da Plataforma Tecnologia.

  • http://pothix.com/blog PotHix

    Æ!!

    Bem legal mesmo a retrospectiva! É ótimo para pequenas start-ups aprenderem com conhecimentos de outras. :)

    Muito sucesso a plataforma! Vocês tem muita gente competente por aí! o/

    Há braços

  • http://pothix.com/blog PotHix

    Æ!!

    Bem legal mesmo a retrospectiva! É ótimo para pequenas start-ups aprenderem com conhecimentos de outras. :)

    Muito sucesso a plataforma! Vocês tem muita gente competente por aí! o/

    Há braços

  • http://lucasrenan.com Lucas

    Realmente esses tópicos são verdadeiros. Na minha experiência o mais difícil não é nem querer fazer um planejamento a longo prazo e sim fazer um bom planejamento a curto prazo. No dia a dia podemos “atropelar” a agilidade e acabarmos em uma situação sem planejamento algum, isso é totalmente custoso para pequenas/médias empresas.

  • http://lucasrenan.com Lucas

    Realmente esses tópicos são verdadeiros. Na minha experiência o mais difícil não é nem querer fazer um planejamento a longo prazo e sim fazer um bom planejamento a curto prazo. No dia a dia podemos “atropelar” a agilidade e acabarmos em uma situação sem planejamento algum, isso é totalmente custoso para pequenas/médias empresas.

  • Cassia

    Gostei muito do post, concordo 100% com as opiniões, confiar no trabalho um do outro é essencial e realmente o nunca existe o momento certo para implementação, bem estilo agile de ser ^^

    Parabéns plataforma! até a retrospectiva 2010

  • Cassia

    Gostei muito do post, concordo 100% com as opiniões, confiar no trabalho um do outro é essencial e realmente o nunca existe o momento certo para implementação, bem estilo agile de ser ^^

    Parabéns plataforma! até a retrospectiva 2010

  • Igor Escobar

    A melhor forma de prever o futuro é inventa-lo.

  • Igor Escobar

    A melhor forma de prever o futuro é inventa-lo.