Hoje estamos comemorando o aniversário do Devise. Mas espere um pouco, se você está seguindo o Devise desde o início pode estar se perguntando: “O Devise já completou um ano de vida?”. Não. Hoje estamos completando exatamente 4 meses desde que o Devise foi lançado no Rails Summit Latin America 2009. E estamos muito orgulhosos e felizes em dizer que alcançamos a versão 1.0! Yeah! Vamos comemorar e falar um pouquinho sobre a história do projeto.

O início

Decidimos criar o Devise com base em alguns requisitos de um projeto que tivemos no ano passado. A grande maioria de nossos projetos normalmente precisam de uma interface de administração para configurar a aplicação e alguma informação com CRUD. E neste projeto em específico, precisávamos de dois papéis diferentes na mesma aplicação: o administrador com todos os poderes para gerenciar a aplicação, e os usuários finais que deveriam estar devidamente logados para executarem algumas coisas na aplicação. Normalmente essa situação requer um modelo, com alguma coluna de “tipo” ou flag para determinar se o usuário é admin ou não, certo? Ok, mas não gostávamos muito deste método. Então começamos a analisar as possibilidades:

  • Authlogic: um código ótimo e cheio de funcionalidade, mas um pouco estranho gerenciando a sessão através de um modelo. Além disso, ele gerenciava apenas a parte do modelo.
  • Clearance: completo, funciona como Engine do Rails, módulos adicionais, tudo que precisávamos. Entretanto, ele nos obriga a usar o modelo User, sem possibilidade de customizar isto.

Certo, poderíamos escolher um deles e com um pouco de trabalho extra alcançaríamos nossos requisitos. Mas nós precisaríamos fazer isto toda vez que uma situação dessas acontecesse? Nós respondemos não. Não era DRY o suficiente. E nós gostamos de ser DRY. Então nasceu o Devise.

O principal objetivo da primeira versão do Devise era proporcionar o processo de login completo, incluindo recuperação de senha e confirmação de conta. E tudo deveria funcionar com papéis diferentes, o que significa que você poderia facilmente adicionar em sua aplicação um papel de Admin, User, Account, ou qualquer outro que precisasse, sem muito trabalho. Também tínhamos um prazo: o Rails Summit. Levou quase 1 mês de trabalho antes do Rails Summit. Ainda me lembro os dias que antecederam o evento, nós trabalhando quase como loucos para deixar o Devise redondo, e também o README que foi escrito durante o evento. Então, estávamos prontos e apresentando o Devise para o mundo.

Como ele funciona

O Devise nasceu com o intuito de gerenciar papéis diferentes sem esforço, automaticamente, e isso é conseguido através das Engines do Rails. Além disso, o Devise é construído sobre o Warden, um ótimo framework de autenticação para o Rack. Isso nos permitiu ser bastante flexíveis e adicionar estratégias diferentes, hooks, a módulos facilmente. Em resumo, o Devise:

  • É baseado no Rack;
  • É uma solução MVC completa com base em Rails Engines;
  • Permite que você tenha múltiplos papéis (modelos/escopos) logados ao mesmo tempo;
  • É totalmente baseado no conceito de modularidade: use somente o que você realmente precisa.

A estrada até agora

Devise foi lançado com os módulos básicos necessários para aquela aplicação específica:

  • Authenticatable: responsável por logar usuários atráves de formulários, gerenciando validação de senha e autenticação.
  • Confirmable: controla a confirmação de conta de usuários.
  • Recoverable: gerencia a recuperação de senhas.
  • Validatable: validação básica de email e senha.

Certo, tínhamos tudo que precisávamos até então. O restante estava em uma wishlist, a qual chamamos de TODO. E decidimos desde o princípio não adicionar funcionalidades ao Devise até que nós ou outra pessoa realmente precisasse. Mas as pessoas pediram, as pessoas precisavam de novas funcionalidades. E elas sempre estiveram lá para ajudar, para criar um fork e corrigir um bug, para comentar. Então logo começamos a adicionar novas funcionalidades, a primeira era:

  • Rememberable: gerencia o login automático de usuários a partir de cookies.

Depois as pessoas pediram por maneiras mais fáceis de criar as migratios, então introduzimos um novo módulo com o Devise 0.2:

  • Migratable: cria hooks nas migrations do ActiveRecord adicionando alguns métodos para criar os campos para o Devise. Assim você pode fazer coisas como t.authenticatable, t.confirmable e assim por diante.

Para ajudar as pessoas a iniciarem mais rapidamente, criamos então alguns geradores. Atualmente são eles:

  • script/generate devise_install: cria um arquivo de inicialização para habilitar algumas configurações e também copia o arquivo padrão de locale.
  • script/generate devise MyModel: cria um modelo já configurado para o Devise, adiciona rotas e uma migration.
  • script/generate devise_views: copia todas as views do Devise para seu diretório app/views, permitindo que você altere como achar necessário.

As versões 0.3 e 0.4 do Devise vieram logo em seguida, com vários bugs corrigidos nos geradores, I18n, inicialização, alguns métodos deprecados e uma porção de código refatorado.

As contribuições da comunidade estavam aparecendo cada vez mais. A primeira grande contribuição veio com a adição dos encryptors. Atualmente o Devise suporta a criptografia de senhas com SHA1, SHA512 e Bcrypt. Ele também possui suporte às mesmas rotinas de criptografia do Authlogic, Clearance e Restful Authentication, para auxiliá-lo a migrar dessas soluções.

Neste ponto pensamos: certo, já deve ser o bastante. Não era. As pessoas precisavam de ORMs diferentes do ActiveRecord. Então adicionamos suporte ao MongoMapper e estávamos alcançando o Devise 0.5.

Estávamos recebendo muito feedback sobre problemas com testes funcionais, então construímos o Devise::TestHelper, que contém métodos para auxiliar as pessoas com o processo de sign in/out nestes testes.

Conforme as aplicações crescem, mais papéis podem ser necessários. Então adicionamos a possibilidade de criar views específicas para cada papel/escopo de sua aplicação. Assim seu usuário poderia ter uma view para logar diferente do administrador, por exemplo. Chegando na versão 0.6, várias melhorias foram feitas na geração de rotas e o suporte ao DataMapper foi adicionado.

Estávamos cheio de idéias legais para adicionar novas funcionalidades, e nosso TODO estava maior do que gostamos. Então surgimos com:

  • Timeoutable: faz uma checagem em cada request para destruir a sessão do usuário após um certo período de inatividade, pedindo por credenciais novamente.
  • Trackable: registra o número de logins do usuário, última data/hora e ip usados para acessar.

Também o processo de carregamento e o suporte a diferentes ORMs receberam uma boa atenção com o lançamento do Devise 0.7.

Para a versão 0.8 do Devise melhoramos os testes para o MongoMapper e fizemos uma grande revisão no código. Algum esforço também foi feito para ter o Devise rodando com a última versão do Warden e as novas features, tais como os serializers. Outro módulo base foi extraído do Confirmable:

  • Activatable: permite configurar métodos adicionais para ativação de um modelo.

Com muito feedback vindo da comunidade, fizemos merge de uma nova funcionalidade bacana:

  • Lockable: bloqueia contas com base no número de tentativas de login inválidas.

Seguindo o mesmo padrão do Rails neste commit alteramos as mensagens flash para :notice e :alert, e lançamos o Devise 0.9. Passo a passo a versão 1.0 estava chegando.

O que há de novo

O Devise 1.0 traz uma grande variedade de funcionalidades legais. A comunidade parece estar realmente apreciando o Devise, e recebemos outra grande contribuição:

  • Token Authenticatable: valida a autenticidade de um usuário atráves do login com um token de autenticação (também conhecido como “token de acesso único”).

Além disso, criamos as duas funcionalidades mais pedidas para o Devise:

  • Registerable: controla o registro de usuários (sign up), e também edição/atualização das informações do usuário e cancelamento de conta.
  • HTTP Authenticatable: autenticação http basic.

Também adicionamos a possibilidade de usar o Migratable ao editar uma tabela, usando change_table, dentre outras correções.

O que vem agora

Estamos preparando um novo release do Devise totalmente compatível com o Rails 3. Isso significa que a partir de agora o Devise está fechado para desenvolvimento de novas funcionalidades no Rails 2.x. Vamos manter um branch da versão 1.0 no github para correção de bugs mantendo tudo funcionando.

Para terminar

Gostaríamos de dizer muito obrigado a todos que nos ajudaram a chegar a versão 1.0 e a quem está utilizando o Devise, testando, criando issues e nos dando todo este feedback.

Também, para aqueles que estavam no Rails Summit do ano passado, nós propusemos algo: alcançar o maior número de seguidores no github tão rápido quanto possível! Quando apresentamos o Devise, haviam 7 seguidores, e se estou correto nós eramos 4 deles. No momento da redação deste post nós temos 762 seguidores. Yeah! Acho que posso assumir o risco e dizer que nós conseguimos. Obrigado!

Vamos comemorar o Devise 1.0, e aguardar ansiosos para ver o Devise com o Rails 3. Aproveite!

Feliz aniversário Devise!

Comments are closed.